Pesquisa ENG
 
Newsletter
Nome:
Email: 
 
Enviar  
  » Notícias
  » Entrevistas
  » Newsletters
  » Links Úteis
 
 
 
 
NOVIDADES | Entrevistas
 
Stands
Stands
Office
Office
Espaços Públicos
Espaços Públicos
Museus e Exposições
Museus e Exposições
Display
Display
 
 
Flexibilidade e inovação: factores de diferenciação para o mercado angolano.

1. A relação comercial com a Outros Mercadus iniciou-se em 2007, com a Exposição "Governo Província de Luanda". Quais os motivos que levaram a optar pela nossa Empresa para a construção deste exposição?
Para esse projecto era necessário uma solução que fosse logisticamente eficaz, uma vez que toda a produção tinha de ser feita em Portugal e, posteriormente, despachada para Luanda.
Neste âmbito a Outros Mercadus apresentava um conjunto de estruturas que cumpriam com rigor esta premissa e outra ainda que, se prendia com o tempo de montagem que deveria ser rápido.
Por último, aliava ainda uma forte componente estética intrínseca nos próprios equipamentos. A conjugação de todos estes elementos permitiu que o resultado final fosse amplamente elogiado.

2. Como define a sua relação com a Outros Mercadus, ao longo destes anos?
Pode-se dizer que a Outros Mercadus tem respondido de uma forma eficiente e eficaz aos desafios e solicitações que lhe são apresentados.

3. Muitos dos trabalhos desenvolvidos com o António Brum têm sido no mercado angolano. De que forma a OM tem contribuído para essa aposta?
A contribuição da Outros Mercadus tem sido a sua prontidão e capacidade de resposta às solicitações que nos permitem sempre desenhar uma oferta credível e responsável, aspectos que são determinantes para actuarmos num mercado exigente como o mercado angolano.

4. Quais os pontos fortes/fracos que reconhece na utilização de estruturas modulares, nomeadamente nos Stands e Exposições?
O grande ponto forte das estruturas modulares é precisamente o mencionado acima, ou seja, o facto de serem extremamente flexiveis na sua utilização e de permitirem ganhos logísticos enormes. Dada a sua natureza modular permitem ter um controlo absoluto na sua utilização o que funciona per si como um garante do resultado final. Por outro lado, esta previsibilidade poderá funcionar também como um ponto fraco na medida em que estamos amarrados a um conceito estático, contudo esse é e será o desafio: inovar.

 
Entrevistas
 
 
     
 
 
CONTACTOS